<$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, setembro 19, 2003

E agora, José? 

Pressinto com alívio que até hoje, as únicas visitas ao meu blogue são as minhas próprias. A ausência dum site meter e o meu próprio pudor permitem-me não divulgar quantas elas foram. A componente racional da minha pessoa rejubila com a manutenção do carácter totalmente privativo deste blogue.
Por outro lado ao acabar de ler o que escrevi aqui até hoje, surpreendo-me a pensar o mesmo que S.Tomás de Aquino disse ao interromper abruptamente a sua Summa Theologicae terminando assim todo o seu monumental trabalho teológico e filosófico: disse qualquer coisa como “Omni phoenum”, ou seja “tudo palha”! Pensa-se que tal atitude veio de S.Tomás ter achado que o seu enorme esforço de inteligência de toda uma vida, não o ter aproximado de Deus, talvez por lhe ter faltado a dimensão espiritual, a humildade humana.
Ora, reduzindo isto às minhas mui humildes proporções, também me apetece dizer o mesmo. Ou seja, vejo no que escrevi muita lógica, muita “erudição” ou melhor, pretensão à mesma, mas pouca espiritualidade, pouco calor; muita ânsia em explicar mas pouco sucesso em partilhar a paz interior e os sentimentos que me são dados pela Fé que em mim sinto.
Tentarei de futuro escrever um pouco mais sobre como a Fé entrou em mim, sobre as (enormes) dificuldades que tenho em viver de acordo com ela e até mesmo em falar aos outros sobre ela. Tentarei demonstrar que a Fé não é incompatível com a Razão, cujo uso contribuiu grandemente para eu atingir a Fé, mas tentarei também demonstrar que o essencial da Fé transcende a Razão: tem a ver com o Amor, com a caridade (que em português soa tão mal: pensemos antes em termos de kindness, lindíssima palavra inglesa).
Parafraseando S.João, tentarei que tudo aquilo que vier a escrever seja escrito para convencer quem me leia a acreditar que Cristo, Moisés, Buda, Maomé, Mani, Zoroastro e outros falaram em nome de Deus e também para que, acreditando nisso, consiga viver a sua vida em Seu Nome.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?