<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, novembro 19, 2003

Silêncio que se escuta 

Caríssimo CC,
Quem, como você, ama tanto o próximo, deve custar-lhe ver que a graça da Fé não foi a todos dada. Custa-lhe, como a mim, ver a aridez irredimível resultante da sua falta. Bem sei que esta não é doutrina da nossa Igreja, mas acredito profundamente que Deus quer que a possibilidade da Fé exista para todos nós. E que nós crentes temos toda a responsabilidade para tornar real esta possibilidade oferecida por Deus. Continuemos pois.
Dedico-lhe a si mas, bem entendido, não só a si, a seguinte oração:

Ó Deus infinito e incognoscível
Quem quiser aproximar-se de Ti,
deve elevar-se acima de qualquer limite,
de toda a finitude.
Para Te ver,
a inteligência deve fazer-se ignorância,
e estabelecer-se na obscuridade.
Somente pode aproximar-te de Ti
aquele que sabe que Te ignora
.


(Nicolau de Cusa)

This page is powered by Blogger. Isn't yours?