<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, novembro 03, 2003

Vida eterna (2) 

A propósito do último post sobre este assunto deveras transcendente já me chamaram a atenção para o facto de eu ter posições pouco canónicas sobre este e outros assuntos. So what?
Seja como fôr, na missa do último sábado, escutava eu o padre, ainda por cima dominicano, às voltas com o apocalipse de S.João, com as bem-aventuranças, com os santos, quando escuto:
"A eternidade não a conseguimos discernir. O que sabemos dela é que significa ver a Deus tal qual Ele é". "A maior das bem-aventuranças é pois a dos puros de coração pois eles é que irão ver a Deus". "A pureza de coração é o principal atributo dos santos". "A devoção aos santos não consiste em acender-lhes velinhas. Consiste sim em conhecer a sua vida e como a tiveram em nome de Cristo. Consiste em tentar seguir o seu exemplo"."Há quem critique o Papa por ter feito tantos santos e por não esperar muito tempo após a sua morte para os canonizar. Ora os passos que temos que seguir são o dos santos do nosso tempo pois é neste tempo que temos a nossa vida".
Não sei se o que ele disse era canónico ou não. Sei sim que é a Verdade.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?