<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, dezembro 18, 2003

Advento 

Todos os dias luto e luto e luto. Contra o que parece ser o nosso destino. Contra o desânimo que despontou e já não desaparece. Reconheço nos acontecimentos um padrão, uma tendência, que nos condenam. Reconheço um filme que já vi. Uma história que sempre se repete. Sinto um cansaço que embota já a minha humanidade. Olhamos uns para os outros e vemos o medo em cada um, vemos já um suspirar pelo fim, o reconhecimento de uma aposta perdida.
Mas disso não falamos. Tratamos de tudo como se valesse a pena. Mantemos o rumo, sabendo também que já não podemos mudá-lo.
No meio disto tudo não sinto que Deus me abandonou, sinto antes que Ele vela por mim, preocupado. Ajuda-me, não resolvendo os meus problemas, mas deixando-Se fazer sentir a meu lado.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?