<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, janeiro 22, 2004

Anabaptistas, Menoritas, Ebionitas, Docetas & Ca. 

Os irmãos Bengelsdorff andam às voltas com os Anabaptistas. Dessa seita cristã pouco conheço excepto aquilo que retive da "Obra ao Negro" da Yourcenar. E o que retive não me é agradável, lembra-me um pouco aquelas seitas milenaristas que foram aparecendo e desaparecendo ao longo destes dois milénios. Mas não gosto de falar daquilo que pouco conheço.
Contudo no post de hoje do David, há algo que me perturba quando eles nos fala da "alegria e a perplexidade causadas pela descoberta da Verdade". É que para a mim a Fé, a sua grandeza, reside na procura da Verdade e não na sua descoberta. A descoberta da Verdade não está simplesmente ao nosso alcance enquanto andamos por este mundo. A procura, essa sim, é o que nos define a nós crentes. E é o que nos dignifica pois é uma procura humilde, que sabe que não vai terminar. A descoberta da Verdade é algo parecido com o comer o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal do Génesis.
Para mim todos os que procuram Deus, sejam católicos, evangélicos, ortodoxos, nestorianos, maronitas, sejam cristãos ou não cristãos, todos eles tem a mesma dignidade e legitimidade. Agora daqueles que já descobriram Deus, que já descobriram a Verdade, eu diria que, independentemente do seu credo, esses é que são os verdadeiros heréticos.
"Felizes os puros de coração, pois esses irão ver a Deus". Acredito profundamente que sim. Mas a seu tempo.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?