<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, janeiro 29, 2004

O indicador comum 

David, mein brüder:
Ainda hei-de postar qualquer coisa a propósito desse tema muito interessante que você e o Cosme trouxeram: a diferenciação cultural entre católicos e protestantes e o papel que a relação com a Bíblia teve e ainda tem nessa diferenciação. Mas não resisto a comentar já duas coisas. Os "estragos" que você refere foram muito positivos e só pecaram por tardios, muito tardios mesmo. Bendita a hora em que Pierre Valdo primeiro e mais tarde Lutero, perceberam que é em vernáculo que se deve escrever a Bíblia pois ela é para ser lida e não para ser guardada num sacrário.
Quanto à religião dita "oficial", aí eu acho que essa designação está um pouco datada. Eu entendo que a sua perspectiva, a vista desse lado, deve ser diferente da minha, mas acredite que neste momento as nossas duas Igrejas vivem e lutam ambas num mundo pagão, ou secular como hoje se diz.
Sinceramente, acho que a diferença entre as nossas Igrejas pode ser assim descrita em termos contabilísticos: nós temos seguramente mais activo corpóreo e capital circulante; vocês terão com certeza mais activo incorpóreo. Quanto ao goodwill (ou melhor, God will), acho sinceramente que é o mesmo.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?