<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, janeiro 21, 2004

Unidade dos Cristãos ? 

O meu futuro amigo Tiago lembra-nos hoje que estamos na semana de oração pela unidade dos cristãos. E, com boa vontade, abstém-se de, sobre a qualidade dum bitoque que comeu junto com um católico amigo, tirar ilações sobre a utilidade de tudo isto.
No domingo passado, na minha missa paroquial, o nosso bom padre lê-nos, um pouco hesitante, uma nota do prior sobre esta semana de oração, nota que constava do boletim dominical que nos é distribuído à saída. Dizia aquele naco de prosa:
"A divisão da Igreja no Ocidente, que se verificou a partir do séc.XVI, constitui uma dolorosa chaga eclesial. A crise da Igreja Católica que procurou sanar-se após o concílio de Trento, está em boa parte na origem da proliferação de numerosas igrejas, que reclamam o nome de cristãs(!), embora vivam separadas umas das outras e às vezes com divergências profundas. A unidade da única Igreja de Cristo, pela qual Ele orou na última ceia, está infelizmente ainda longe de ser refeita, apesar de todos os esforços de carácter ecuménico que se tem realizado. (...) Somos assim chamados a orar fervorosamente pela unidade da Igreja (...) e lembremo-nos de que a oração comunitária tem especial eficácia".
Fiquei estarrecido e pensei de novo que assim não vamos lá!
Depois dum silêncio, o Padre disse-nos que a propósito desta questão e tendo-a em mente, devíamos reler as leituras do dia, especialmente a Carta de S.Paulo aos Coríntios (1 Cor 12, 4-11), sobre a diversidade dos dons espirituais pelos quais se manifesta em nós o Espírito Santo. E disse: "Nas leituras da Missa é que está a palavra de Deus e essa é a que verdadeiramente interessa". Penso que compreendi o que ele queria dizer.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?