<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, fevereiro 04, 2004

Certezas? 

Tenho recebido vários mails e lido vários blogues a verberarem as certezas dos cristãos. Neste domínio convirá não se fazer generalizações. Não tenho para já grandes comentários a fazer senão recuperar um post antigo, onde eu justificava a perplexidade do meu guia:

A Fé nunca é uma certeza.
É uma esperança, uma ânsia.
É um corolário entre outros corolários,
mas a que não se chega sózinho.
É uma busca de sentido,
uma procura de grandeza.
É uma angustiada consciência
das nossas humanas limitações.
É uma deriva a querer tornar-se caminho,
um salto em frente que, todavia, é um regresso.
É o conforto precário duma presença
que procuramos no Céu, no mundo,
mas que irrompe em nós mesmos.
Vem da imagem e da semelhança.
É o alfa e o ómega,
é a possibilidade de redenção.
É uma imensa perplexidade
perante um amor que não merecemos,
uma liberdade que nunca soubemos usar
e um silêncio que nos diz Tudo.


É assim que eu vejo a coisa; mas quem sou eu?

This page is powered by Blogger. Isn't yours?