<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, outubro 18, 2004

Muita Terra 

Hoje a Terra da Alegria traz-nos um excelente texto do Zé Filipe. Mais uma lição de moral, desta feita sobre a complexidade. Ele, como eu, acredita que a verdadeira unidade só é possível na verdadeira diversidade.
Aliás, ele aflora um assunto que me interessa bastante: o porquê da indigência do debate, político, religioso, social, cultural, neste pobre país que é o nosso. E se é verdade que a recusa da complexidade, o desejo da redução simplista, mata muitas vezes o debate, por outro lado, a constatação passiva da imensa complexidade do mundo leva muitas vezes o debate para o limbo da inconclusividade. Na minha modesta opinião, deve haver um justo equilíbrio entre o ver as árvores e o ver a floresta. A visão da complexidade do mundo e da vida não é um fim em si mesmo, é um requisito fundamental para a descoberta da simplicidade que nos transcende.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?