<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, novembro 01, 2004

Toda a santidade 

Continuando no tema, continuando na liturgia de hoje:

Quem poderá subir à montanha do SENHOR e apresentar-se no seu santuário?
Aquele que tem as mãos inocentes e o coração limpo, o que não ergue o espírito para as coisas vãs, nem jura pelo que é falso.
Este há-de receber a bênção do SENHOR e a recompensa de Deus, seu salvador.
Esta é a geração dos que o procuram, dos que buscam a face do Deus de Jacob.
(Salmos 24,3-6)

Vede que amor tão grande o Pai nos concedeu, a ponto de nos podermos chamar filhos de Deus; e, realmente, o somos! É por isso que o mundo não nos conhece, uma vez que o não conheceu a Ele. Caríssimos, agora já somos filhos de Deus, mas não se manifestou ainda o que havemos de ser. O que sabemos é que, quando Ele se manifestar, seremos semelhantes a Ele, porque o veremos tal como Ele é. Todo o que tem esta esperança em Deus, torna-se puro, como Ele, que é puro.
(1ª Carta de S. João 3,1-3)

Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus.
(Mateus 5, 8)

Um silogismo rápido: se ter fé é procurar a face de Deus, santos são os que já O viram tal qual Ele é, logo só os puros de coração podem ser santos. Eis aí a maior das bem-aventuranças.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?