<$BlogRSDUrl$>

domingo, fevereiro 13, 2005

Do pecado original 

Ainda a propósito do último post ilustrado e a propósito também das leituras da missa de hoje:

Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra e insuflou-lhe pelas narinas o sopro da vida, e o homem transformou-se num ser vivo. Depois, o Senhor Deus plantou um jardim no Éden, ao oriente, e nele colocou o homem que tinha formado. O Senhor Deus fez brotar da terra toda a espécie de árvores agradáveis à vista e de saborosos frutos para comer; a árvore da Vida estava no meio do jardim, assim como a árvore do conhecimento do bem e do mal. A serpente era o mais astuto de todos os animais selvagens que o Senhor Deus fizera; e disse à mulher: «É verdade ter-vos Deus proibido comer o fruto de alguma árvore do jardim?» A mulher respondeu-lhe: «Podemos comer o fruto das árvores do jardim; mas, quanto ao fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus disse: ‘Nunca o deveis comer, nem sequer tocar nele, pois, se o fizerdes, morrereis.’ A serpente retorquiu à mulher: ‘Não, não morrereis; porque Deus sabe que, no dia em que o comerdes, abrir-se-ão os vossos olhos e sereis como Deus, ficareis a conhecer o bem e o mal’.» Vendo a mulher que o fruto da árvore devia ser bom para comer, pois era de atraente aspecto e precioso para esclarecer a inteligência, agarrou do fruto, comeu, deu dele também a seu marido, que estava junto dela, e ele também comeu. Então, abriram-se os olhos aos dois e, reconhecendo que estavam nus, coseram folhas de figueira umas às outras e colocaram-nas, como se fossem cinturas, à volta dos rins.
(Génesis 2,7-9.3,1-7)

Às vezes pergunto-me como há tanta confusão à volta do pecado original, quando ele surge claríssimo na Palavra de Deus: é o querer ser como Deus, é o pensar ser-se auto-suficiente, auto-justificado. Tudo o resto decorre daí. É este o pecado inerente à nossa condição humana, o pecado que nasce connosco.

Então e a maçã, o sexo e tudo o mais? Para mim é folclore, enxertado na nossa fé por um certo ex-maniqueu... que foi, é certo, também um grande cristão.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?