<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, abril 21, 2005

Longa se torna a espera 

Um leitor da Terra da Alegria, Fernando Belo de seu nome, mandou-me um mail sobre aquelas minhas pomposas reflexões pascais. Um mail muito interessante, falando sobre os tempos iniciais do Cristianismo, sobre Paulo de Tarso e os outros, sobre as suas dissenções de que resultaram quase tudo aquilo que o cristianismo pensa de si próprio. Eu não vou responder já ao Fernando, cuja erudição é tão superior à minha. Se ele me permite vou acabar de ler finalmente o «Aborto de Deus» de Alain Decaux.
Mas o Fernando, no seu mail, relembra-me uma coisa difícil de resolver: a noção fortíssima que esses primeiros cristãos tinham da parusia iminente, do fim dos tempos com o regresso triunfal do Cristo Messias. Até hoje. Caro Fernando, vou pensar um bocado mais nisso e depois respondo-lhe se puder. Entretanto você foi mauzinho, você desenterrou uma frase de Alfred de Loisy que eu já há muito varrera para debaixo do tapete: "os cristãos esperavam o Reino de Deus e foi a Igreja que veio".
Voltaremos pois a conversar, se você tiver vontade.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?