<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, julho 20, 2005

sugestão para férias 

Tenho uma relação ambivalente com a estupidez humana. Quanto à minha própria, ela deixa-me roído em privado mas disfarço-a bem em público graças a uma pose decidida e a uns razoáveis dotes de comunicação. Quanto à estupidez de terceiros, aí é outra história. Se me afecta pessoalmente, a mim ou aos meus próximos, irrita-me, tira-me do sério, torna-me colérico. Se não me afecta directamente e passa ao largo, sem causar catástrofes humanas ou naturais, então é diferente. Aí já desperta o meu sentido estético.
Pois a estupidez humana pode ser algo de muito belo, grandioso, original, único. Deixada à solta, convencida apenas de si própria, a estupidez humana agiganta-se, ensoberbe-se, torna-se magnífica na sua grotesca auto-satisfação. É um espectáculo belíssimo, por vezes tocante, assistir ao vivo a um praticante desta modalidade da razão humana a realizar-se plenamente, a atingir o supremo grau de felicidade tornado possível unicamente pelo mero exercício desta sua preciosa capacidade.
Podia aqui citar-vos exemplos da minha lista particular de Grandes Estúpidos e Grandes Estupidezes mas não vou fazê-lo pois isso fugiria ao carácter pacífico e cristão deste meu humilde blogue.
Vou contudo abrir uma excepção pelo facto do meu amigo CC me ter posto hoje na pista de um site que é um exemplar magnífico do que acabei de falar. Durante a minha hora de almoço estive a percorrê-lo com deleite e proveito. Chamam-se apropriadamente PensaBem, consideram-se a terra dos homens livres (!) e são perfeitos. Como vou passar a acompanhar de perto a sua fascinante forma de ver o mundo, vou pendurá-los na minha sala de links, bem ao lado dos ateus para sua irritação mútua e nossa diversão.
Bem hajas, CC!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?